FIFA desiste de mundial com 48 equipas no Qatar

FIFA desiste de mundial com 48 equipas no Qatar
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Gianni Infantino não baixa os braços e aponta agora a expansão ao mundial de 2026 nos EUA, Canadá e México

PUBLICIDADE

Os petrodólares do Qatar não foram suficientes para tornar o sonho de um mundial com 48 equipas já em 2022 uma realidade. Há muito que o presidente da FIFA, Gianni Infantino, vinha a defender uma expansão no número de equipas presentes na fase final do Campeonato do Mundo mas o plano para tornar essa expansão uma realidade já no próximo torneio foi abandonado após uma reunião entre a FIFA e o país organizador.

Em cima da mesa estava a possibilidade de Omã e Kuwait se juntarem ao Qatar na organização do torneio mas o desinteresse manifestado por estes países levou a FIFA a recuar no projeto.

Ainda se admitiu a hipótese do Qatar suportar sozinho todo o esforço necessário para acolher mais 16 equipas no mundial, nomeadamente a construção de novas infraestruturas, mas chegou-se à conclusão que o risco seria demasiado elevado tendo em conta o pouco tempo que resta para o pontapé de saída.

Desde 1998 que a fase final do Campeonato do Mundo é disputada por 32 equipas, Gianni Infantino aponta agora ao mundial de 2026, organizado por Estados Unidos, Canadá e México, para a desejada expansão.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Qatar transforma deserto em viveiro gigante

Morreu Artur Jorge, ex-selecionador nacional e treinador campeão europeu pelo FC Porto

Franz Beckenbauer, histórico futebolista alemão, morre aos 78 anos