Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Grande Prémio de Hohhot: iraniano Saeid Mollaei repete vitória sobre rival japonês Sotaro Fujiwara

Grande Prémio de Hohhot: iraniano Saeid Mollaei repete vitória sobre rival japonês Sotaro Fujiwara
Tamanho do texto Aa Aa

As categorias em prova no segundo dia do Grande Prémio de Hohhot foram quatro: os -63kg e -70kg femininos e os -73kg e -81kg masculinos. A Alemanha, Azerbaijão, Irão e o Japão arrebataram as medalhas de ouro do dia.

O Homem do Dia

Na prova de -81kg, o titã iraniano actual campeão do mundo Saeid Mollaei esteve no centro das atenções.

Na final, o judoca lutou frente ao japonês Sotaro Fujiwara, uma revanche da final do Campeonato do Mundo do ano passado que fez as delícias dos adeptos presentes.

Com um golpe de ancas pouco ortodoxo, o iraniano repetiu a vitória e conquistou o lugar do topo do pódio. Uma saudação amigável pôs fim a um duelo brilhante, com que Saeid Mollaei se sagrou o nosso homem do dia.

A Mulher do Dia

A competir em -63kg, a judoca Martyna Trajdos, da Alemanha, regressou às vitórias com um desempenho irrepreensível, revelando-se a nossa mulher do dia.

Na sua final contra a chinesa Jing Tang, a alemã irradiou confiança derrubando a adversária por duas vezes, primeiro com um Maki-komi para Waza-ari, e depois com um O-uchi-gari para Ippon.

As medalhas da categoria foram apresentadas pela Presidente da Associação Chinesa de Judo, Dongmei Xian.

"A pouco e pouco, sinto-me mais confiante e acho que isso é o mais importante numa competição. Estive algum tempo sem ganhar medalhas, mas depois das provas de Tbilisi e Baku e agora com esta medalha de ouro, sinto-me melhor e de volta à minha melhor forma. Estive no Japão a treinar e sinto-me bem," comentou Martyna Trajdos sobre a sua vitória.

As restantes categorias em prova

O judoca Hidayat Heydarov do Azerbaijão dominou a categoria masculina de -73 kg.

A sua persistência heróica na final frente a Victor Scvortov dos Emirados Árabes Unidos valeu-lhe a medalha de ouro.

Hidayat Heydarov foi presenteado com sua medalha pelo Tesoureiro-Geral da Federação Internacional de Judo, Naser Al Tamimi.

A última medalha de ouro do dia coube à nipónica Saki Niizoe, em -70kg, que reinou suprema sobre a sueca Anna Bernholm com um Ippon arrasador e técnicamente astuto.

A comitiva portuguesa

Nuno Saraiva, o único português hoje em prova, foi eliminado na primeira ronda da categoria de -73kg pelo canadiano Arthur Margelidon.

André Soares (-66kg) foi eliminado ontem na segunda ronda frente a Kherlen Ganbold, da Mongólia.

Yahima Ramirez (-78kg) estará em ação no domingo.

Os Movimentos do Dia

Hoje não temos um mas sim quatro movimentos do dia, qual deles o mais memorável.

Primeiro, o Ouchi-gari explosivo da chinesa Xiaoqian Sun, que terminou quinta em -70kg, durante o combate frente à marroquina Assmaa Niang.

Em segundo, o atrevido Seoi Nage para Ippon do medalhista de prata Victor Scvortov no combate da primeira ronda frente ao chinês Hongyuan Fang.

Em terceiro, o poderoso Kosoto de Giovanna Scoccimarro frente à sul coreana Yewon Lee, que lhe valeu uma medalha de bronze em -70kg pela Alemanha.

Giovanna Scoccimarro e Yewon Lee

E por fim o golpe fatal espantoso com que o alemão Igor Wandtke apanhou de surpresa o adversário sueco Tommy Macias, arrebatando a medalha de bronze em -73kg.

Igor Wandtke e Tommy Macias

No domingo, último dia da prova, estarão em competição as categorias mais pesadas.