A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Trump promete acordo comercial "fenomenal"

Trump promete acordo comercial "fenomenal"
Direitos de autor
Reuters
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A política económica serviu-se à mesa de Theresa May e Donald Trump. Prato principal do segundo dia de visita do Presidente dos Estados Unidos ao Reino Unido.

Depois de um encontro com empresários, Trump foi recebido pela primeira-ministra britânica no número 10 de Downing Street. O mote da conversa estava dado: a renegociação do acordo comercial entre Londres e Washington depois do Brexit. Nas palavras do chefe de Estado norte-americano, "enquanto o Reino Unido se prepara para sair da União Europeia, os Estados Unidos comprometem-se com um acordo comercial fenomenal entre os dois países. Há um tremendo potencial neste acordo. Provavelmente duas ou três vezes mais do que existe agora. Um potencial tremendo."

Theresa May lembra que o compromisso de entendimento já não é novo. "Acordámos no primeiro encontro que tivemos que devíamos conseguir um ambicioso acordo de comércio livre depois do Brexit. Depois das nossas conversas positivas de hoje, o compromisso mantém-se. Estou certa que a nossa relação económica vai aprofundar-se, cimentada nos encontros que tivemos e nas ideias que ouvimos dos empresários com quem dialogámos há pouco," disse a primeira-ministra britânica.

Ao virar da esquina, centenas de manifestantes, protestavam contra a presença de Trump. Com eles estava o líder Trabalhista, Jeremy Corbyn - que Donald Trump preferiu ignorar. Disse que tinha recebido um pedido de encontro, mas que não gosta da "carga negativa" das propostas de Corbyn, por isso recusou.