Retirada do barco naufragado no Danúbio

Retirada do barco naufragado no Danúbio
Direitos de autor REUTERS/Marko Djurica
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Começou o difícil processo de retirar o barco que naufragou no Rio Danúbio, em Budapeste, no dia 29 de maio. A operação envolve mergulhadores e vários meios técnicos e de segurança.

PUBLICIDADE

Começou o difícil processo de retirar o barco que naufragou no Rio Danúbio, em Budapeste, no dia 29 de maio. A operação foi preparada, com uma grua específica colocada no local e que envolve mergulhadores e vários meios técnicos e de segurança.

A investigação aberta pelas autoridades húngaras procura perceber as circunstâncias em que o navio "Sereia" colidiu com um barco de turismo, durante uma manobra, debaixo de fortes chuvas. O naufrágio provocou 28 mortos. As pessoas a bordo eram turistas sul-coreanos e membros da tripulação. Foi o pior desastre no Danúbio dos últimos cinquenta anos.

O exterior da embaixada da Coreia do Sul tranformou-se num memorial onde as pessoas deixam flores e velas, em homenagem aos mortos e aos 8 desaparecidos neste acidente. O capitão da embarcação está detido. É suspeito de comportamento negligente e de ter colocado os turistas em perigo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Hungria recusa prisão domiciliária para ativista antifascista italiana

Novo inimigo político de Orbán divulga alegadas provas de corrupção

Hungria começa a aplicar nova lei sobre imigração e aperta regras para autorizações de residência