Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Zuzana Čaputová faz história no feminino em Bratislava

Zuzana Čaputová faz história no feminino em Bratislava
Direitos de autor
REUTERS/Radovan Stoklasa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Tomou posse, em Bratislava, Zuzana Čaputová, a primeira mulher presidente da Eslováquia.

A advogada e ativista anticorrupção, de 45 anos, jurou a Constituição diante de 150 parlamentares na imponente sala de concertos da Filarmónica Eslovaca, cerca de dois meses e meio após ter ganho as presidenciais com uma campanha europeísta baseada na luta contra a corrupção e contra as alterações climáticas.

"Em linha com a Constituição que acabo de jurar, irei servir a nação eslovaca, as minorias nacionais e os grupos étnicos da República da Eslováquia", prometeu Zuzana Čaputová, acrescentando depois no primeiro discurso como Presidente não estar a assumir um cargo "para governar, mas sim para servir."

Čaputová defendeu ainda a influência da União Europeia e da NATO na Eslováquia. A primeira como o "espaço de vida e dos valores" do país e a segunda como "pilar da defesa e segurança" eslovacas.

"Como país, devemos fazer tudo o que pudermos para manter e reforçar este espaço e este pilar. Os problemas globais mais importantes que nos preocupam não podem ser resolvidos se estivermos sozinhos", considerou Čaputová.

No entanto, a agora também chefe de Estado mais jovem da história da Eslováquia assume um cargo com poderes limitados, em muito similar ao do Presidente da República de Portugal.

assume a presidência pouco mais de um mês apôs ter sido distinguida pela Euronews como a Personalidade do Ano na entrega dos Prémios para a Liderança Europeia.