Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

"Estado da União": Impasse na cimeira, reeleição de Trump

"Estado da União": Impasse na cimeira, reeleição de Trump
Direitos de autor
Virginia Mayo/Pool via REUTERS
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O "Estado da União" dá destaque a mais uma típica cimeira da União Europeia (UE), em Bruxelas, que se necessita de resistência e muito café para esperar pela conferência de imprensa, às duas horas da manhã, mas fica muito por decidir.

Da reunião dos chefes de Estado e de Governo não resultaram em grandes conclusões, mas tal não é incomum no que se refere ao processo de tomada de decisão na UE.

No que diz respeito à nomeação de pessoas para os altos cargos das instituições comunitárias, os líderes empurram a decisão "com a barriga" até ao próximo fim de semana, quando haverá outra cimeira.

Em termos da atualidade politica, também não foram particularmente brilhantes. No caso da política climática, indiscutivelmente a questão mais premente, os líderes decidiram pouco ou nada.

Neste programa que pasa em revista a atualidade europeia da semana destacamos, ainda, as relações transatlânticas sob o pano de fundo do anúncio de recandidatura de Donald Trump à presidência dos EUA.

Destaques na agenda da próxima semana:

26 junho

Os ministros do Ambiente da União Europeia reúnem-se no Luxemburgo. Na agenda estão os temas do plástico, lixo marinho, reutilização de água e uma política de produtos químicos sustentáveis.

27 junho

Negociações entre a UE e os países do Mercosul, em Bruxelas. Foram alcançados progressos substanciais ao longo dos últimos meses, mas falta conseguir o consenso em alguns setores, principalmente o da agricultura.

28 e 29 junho

Cimeira do G20, em Osaka, no Japão. Entre as principais questões estão o comércio, a segurança cibernética e as alterações climáticas. Os países do G20 representam quase 90% do PIB mundial.