Última hora

Festival Gnaoua junta artistas locais aos mestres da World Music

Festival Gnaoua junta artistas locais aos mestres da World Music
Tamanho do texto Aa Aa

O desfile dos m_aâhlems_, líderes dos grupos tradicionais de música em Marrocos, marcou como já é tradição o arranque de mais um festival Gnaoua, em Essaouira. Um dos grandes eventos do calendário mundial de músicas do mundo.

Já na vigésima segunda edição, o festival atrai cerca de meio milhão de fãs a esta cidade costeira de Marrocos: "A música Gnaoua é para todas as gerações, porque vemos aqui pessoas de todas as idades, de várias nacionalidades e condições sociais. Por isso é tão popular, vemos isso de ano para ano, temos sempre novas gerações de público e isso mostra que o festival tem uma verdadeira dinâmica e muito boa energia", conta Neïla Tazi, fundadora e diretora do festival.

A música Gnaoua é para todas as gerações, porque vemos aqui pessoas de todas as idades, de várias nacionalidades e condições sociais. Por isso é tão popular, vemos isso de ano para ano, temos sempre novas gerações de público e isso mostra que o festival tem uma verdadeira dinâmica e muito boa energia.

O festival convida músicos de vários géneros a tocar juntamente com músicos gnaoui. Na noite de abertura, Moh! Kouyaté, da Guiné-Conacri, tocou com o m_aâhlem_ Omar Hayat. O público vai poder ver, ao todo, 40 concertos de 55 artistas em seis palcos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.