Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Milhares exigem demissão do governo na Geórgia

Milhares exigem demissão do governo na Geórgia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A visita e intervenção de um deputado russo no parlamento da Geórgia acendeu o rastilho da contestação.

Sergei Gavrilov fez um discurso em russo, sentado na cadeira do presidente da assembleia, numa reunião com Igrejas ortodoxas.

O protesto dos deputados contra a influência Rússia fez-se ouvir de imediato. Fora do edifício, milhares de pessoas tentaram invadir o hemiciclo.

"Até com um olho conseguimos ver o que é que o governo nos fez. Aqui está escrito 20 por cento e é simbólico porque 20 por cento do nosso país está ocupado pela Rússia. Este protesto é para exigir à Rússia, que é um ocupante, que deixe a nossa terra livre, como devia estar," diz uma jovem estudante no protesto.

O presidente do parlamento demitiu-se, mas o manifestantes exigem também a saída do ministro do Interior e eleições antecipadas.

A Geórgia, terra de Joseph Estaline, nunca teve uma relação fácil com a Rússia. Depois da restauração da Independência, esta ex-república soviética não perdoou a Moscovo o apoio aos independentistas, fomentando a declaração de independência na Ossétia do Norte e na Abkházia.