Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

AKP desvaloriza derrota em Istambul

AKP desvaloriza derrota em Istambul
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Partido AKP desvaloriza a perda de Istambul para a oposição na eleição de domingo. Mas parecem existir poucas dúvidas de que a esmagadora vitoria do candidato do CHP, Ekrem Imamoglu, foi um golpe politico no presidente Recep Tayyip Erdogan.

O próprio Erdogan afirmou em tempos que "quem vence Istambul vence a Turquia".

"Estas são eleições locais e as pessoas votam por razões locais, pelos candidatos, serviços oferecidos e pelo partido. Se interpretar os resultados como se fossem eleições gerais, estaria a tirar conclusões erradas. Istambul é tão grande que, na verdade, é maior do que alguns países da Europa, portanto, o orçamento, a administração, a população é como governar um Estado. É aqui que Ekrem Imamoglu precisa provar o seu valor", diz Harun Armagan.

Acredita-se que a primeira eleição em março passado foi anulada por pressão de Erdogan aparentemente por irregularidades. O AKP também perdeu tempo, devido às ações do líder e terá reforçado a imagem de Imamoglu.

"O facto de Erdogan ter feito uma campanha fervorosa nesta eleição, o resultado está a ser olhado pelas capitais europeias como um revés pessoal e certamente há uma ideia nos eleitores turcos - a maioria em Istambul e outras grandes cidades no dia 31 de março, quiseram ir contra o sistema de regras de um só homem ", explica Marc Pierini, antigo embaixador da União Europeia para a Turquia.

Raramente uma eleição local teve tanto significado mas Erdogan tem sido cuidadoso em construir sua carreira política ao longo de vinte e cinco anos com uma sensação de vitória e uma aura de invencibilidade.