Última hora

Arranca julgamento de violação em grupo em Friburgo

Arranca julgamento de violação em grupo em Friburgo
Tamanho do texto Aa Aa

Começou em Friburgo o julgamento de oito sírios, um iraquiano, um argelino e um alemão acusados de violarem uma adolescente de 18 anos em frente a um bar de e não prestarem socorro.

As autoridades têm em mãos um grande processo. Durante 27 dias, vão ser escutadas mais de 50 testemunhas.

O facto da maioria dos arguidos serem estrangeiros, muitos requerentes de asilo, mediatizou mais o caso.

"A grande dificuldade neste processo é o preconceito, coisa que não se pode fazer nada, mas que está presente. Agora, a verdade tem que vir ao de cima", explica o advogado de Defesa, Jörg Ritzel.

De acordo com a polícia, a vitima estaria sob a influência de droga, mas não é ainda claro se a bebida que consumia estaria adulterada. O abuso durou várias horas.

O principal suspeito de 22 anos, sírio, é descrito pelas autoridades como alguém com um registo criminal múltiplo. É também suspeito num outro caso de crime sexual.

O episódio causou indignação no país e multiplicaram-se manifestações e contramanifestações em relação a política de imigração na Alemanha, depois de dois anos antes a violação e o assassinato de uma estudante de medicina de 19 anos por um afegão, também em Friburgo, ter comovido o país.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.