Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Braço de ferro entre Sea Watch 3 e autoridades italianas sem fim à vista

Braço de ferro entre Sea Watch 3 e autoridades italianas sem fim à vista
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O braço-de-ferro entre o Sea Watch 3 e as autoridades portuárias italianas não tem fim à vista. Apesar de declarar que se encontra numa situação de urgência, o navio humanitário continua em mar alto.

Desde o resgate de 42 migrantes na costa da Líbia, a 12 de junho, já lá vão duas semanas e o navio humanitário continua à espera de autorização para entrar no porto de Lampedusa.

Esta quinta-feira foi divulgada a gravação de uma conversa entre Carola Rackete e as autoridades transalpinas onde a comandante do Sea Watch sublinha a urgência da situação em que se encontram e pede autorização para aportar. O pedido caiu em saco roto, as autoridades limitaram-se a perguntar se os passageiros tinham todos documentos.

Do outro lado do mundo, para participar no G20 em Tóquio, o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, enviou uma mensagem clara:

"A comandante, que tomou esta decisão e que há dez dias mantém os passageiros naquela situação, agiu de uma forma que considero inacreditavelmente grave. Agora trata-se de algo que não deve preocupar o governo italiano mas sim os tribunais italianos."

A situação não é nova mas nem por isso se está mais próximo de encontrar uma solução. O ministro do Interior de Itália, Matteo Salvini, tem feito da luta contra a imigração ilegal um cavalo de batalha e já exigiu a detenção da comandante do navio. Não se ficou por aqui e para travar também a migração por terra, propôs a construção de uma barreira na fronteira com a Eslovénia.

Com mais ou menos barreiras, o certo é que o desespero continua a levar demasiadas pessoas a desafiar a morte rumo ao desconhecido.