Última hora

May diz a Putin que Rússia tem de pôr fim a atos de "destabilização"

May diz a Putin que Rússia tem de pôr fim a atos de "destabilização"
Direitos de autor
Pool via REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

Frieza, num ambiente de "cortar à faca", será uma forma adequada de descrever o encontro bilateral entre a primeira-ministra britânica e o presidente russo à margem da cimeira do G20 em Osaka, no Japão.

Theresa May deixou um aviso claro a Vladimir Putin: "não poderá haver uma normalização das relações bilaterais, enquanto a Rússia não parar com as atividades irresponsáveis de destabilização que ameaçam o Reino Unido e os seus aliados".

Tratou-se do primeiro encontro entre os dois líderes desde o envenenamento, no ano passado, do ex-espião russo Sergei Skripal, na cidade britânica de Salisbury.

May reiterou que Londres tem provas "inquestionáveis" do envolvimento da Rússia no incidente, que classificou como um "comportamento inaceitável" e um ato "desprezível".

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.