This content is not available in your region

Confrontos nas ruas de Hong Kong após invasão do Parlamento

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Confrontos nas ruas de Hong Kong após invasão do Parlamento

(em atualização)

Confrontos nas ruas de Hong Kong depois de dezenas de manifestantes terem invadido, esta segunda-feira, o edifício do Conselho Legislativo de Hong Kong.

A polícia ainda tentou impedir a investida com gás pimenta, mas os manifestantes conseguiram entrar no edifício, derrubando barreiras e portas.

Milhares de pessoas concentraram-se nas ruas da região administrativa especial chinesa para a marcha anual a favor da democracia, que marca o 22° aniversário do regresso do território à China.

Os manifestantes querem que as emendas à lei que permitiria extradições para a China continental sejam definitivamente afastadas e exigem a demissão da chefe do Governo, Carrie Lam.

O correspondente da NBC em Hong Kong refere que "este é um grande desafio para Hong Kong, mas, acima de tudo, é deste território que vem o maior desafio para presidente Xi Jinping , nos seus sete anos no poder. Bill Neilly sublinha que "Xi Jinping é um homem forte e Pequim vai olhar para o que se passa aqui com alguma raiva, frustração e desdém".

Hong Kong tem sido palco de protestos e manifestações desde que, em fevereiro, foram propostas alterações à lei da extradição.

A chefe do Governo suspendeu o debate das propostas de lei, mas não conseguiu conter a insatisfação dos manifestantes que exigem que se demita.