Última hora

Ataque aéreo a centro de migrantes faz pelo menos 44 mortos

Ataque aéreo a centro de migrantes faz pelo menos 44 mortos
Tamanho do texto Aa Aa

Um ataque aéreo a um centro de detenção de migrantes em Tajoura, nos arredores de Tripoli, na Líbia, causou na última noite a morte a pelo menos 44 pessoas, informaram esta quarta-feira as Nações Unidas.

Segundo o Ministério líbio da Saúde, o ataque deixou ainda um rasto de cerca de 80 feridos. Um balanço anterior das autoridades apontava para 10 mortos e 50 feridos.

O Governo de Acordo Nacional, estabelecido em 2015 e reconhecido pela comunidade internacional, já apontou a autoria deste ato ao Exército Nacional Líbio (ENL).

As tropas do Marechal Khalifa Haftar detêm o controlo do leste da Líbia e têm conduzido nos derradeiros meses uma ofensiva contra o governo de Tripoli.

O ataque a este centro de detenção é só o episódio mais recente de uma nação mergulhada no caos desde o afastamento de Muammar Khaddafi, em 2011.

O país é uma das principais portas dos migrantes africanos para tentar chegar à Europa e nos últimos anos disparou o número destes centros de detenção.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.