Última hora
This content is not available in your region

Os novos rostos das finanças gregas

euronews_icons_loading
Os novos rostos das finanças gregas
Tamanho do texto Aa Aa

Um trabalho desafiante para um homem determinado. Christos Staikouras assumiu a pasta das Finanças no novo Governo grego e pela frente tem uma tarefa hercúlea: cumprir com a promessa eleitoral de cortar impostos e aliviar a pressão económica mantendo a boa saúde das finanças públicas.

Negociar com os credores da Grécia um acordo para baixar o excedente orçamental primário será prioridade. Bruxelas aguarda um novo plano económico em setembro, passando a mensagem de que o Eurogrupo terá a palavra final.

"Peço a todos os elementos do ministério para colocarem de parte a ideologia e as preferências partidárias. Para dar-mos o nosso melhor de forma a restaurarmos a autoconfiança do país. Para promover a dignidade e credibilidade do país na arena europeia e internacional", apelou, em conferência de imprensa, o novo ministro grego das Finanças, Christos Staikouras.

Para alcançar estes objetivos, a Grécia precisa de investimentos como de pão para a boca. Adonis Georgiadis, o ministro do Desenvolvimento e Investimentos, é o homem responsável por esta tarefa: "Vamos seguir o mandato do povo grego em nome da mudança política e vamos tornar real a visão do primeiro-ministro para uma rápida implementação de investimentos e uma inversão do clima económico porque queremos taxas de crescimento muito maiores."

Symela Touchtidou, Euronews - Não há tempo a perder no Ministério das Finanças. A equipa que vai gerir as negociações com os credores da Grécia já acordou preparar um roteiro para a conclusão do próximo relatório de avaliação periódica. Isso abrirá caminho para a renegociação de futuras políticas financeiras.