A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Um autêntico arsenal de guerra nas mãos da polícia italiana

Um autêntico arsenal de guerra nas mãos da polícia italiana
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um míssil ar-ar, metralhadoras, pistolas de diferentes calibres e várias armas sofisticadas. A operação antiterrorista da polícia italiana, que teve como ponto de partida grupos simpatizantes da extrema-direita que combateram ao lado de rebeldes pró-russos contra as tropas ucranianas em Donbass, foi um sucesso. Pelo menos a avaliar pelos resultados.

De acordo com as imagens divulgadas, o míssil de 800 kg, é de origem catari, mas as autoridades também encontraram material de propaganda neonazi.

Três pessoas foram detidas. Entre elas Fabio Del Bergiolo, ex-inspetor antifraude e ex-candidato ao Senado, em 2001 com o partido nacionalista Força Nova. Na casa de Bergiolo, na Lombardia, a polícia encontrou armas de proveniência austríaca, alemã e norte-americana.

Um suíço e um italiano, que terão tentado vender o míssil, acabaram também por ser detidos perto do aeroporto de Forli.

A operação, conduzida pelo Serviço Antiterrorismo de Itália e pela Divisão de Investigações Gerais e Operações Especiais (Digos) de Turim contou com o apoio da polícia de Milão, Varese, Forli e Novara.