A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Câmara dos Representantes condena comentários racistas de Trump

Câmara dos Representantes condena comentários racistas de Trump
Direitos de autor
REUTERS/Leah Millis
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Câmara dos Representantes condenou os comentários racistas de Donald Trump dirigidos a quatro mulheres congressistas. Através do Twitter, o Presidente dos Estados Unidos disse-lhes para voltarem para os os seus países. As quatro congressistas são cidadãs norte-americanas e três das visadas nasceram nos Estados Unidos.

"Impugnação a Donald John Trump, Presidente dos Estados Unidos. Resolveu-se que Donald John Trump, Presidente dos Estados Unidos, é incapaz de ser presidente. Incapaz de representar os valores americanos de decência e de moralidade, respeito e civismo".
Al Green
Partido Republicano do Texas

A propósito da política de migração, nas publicações, Trump disse textualmente que as quatro democratas deviam voltar para onde vieram, para os seus países "destruídos" e "repletos de criminalidade". Trump comentou ainda que elas “odeiam os Estados Unidos”. Esta moção votada pela maioria dos membros da Câmara de Representantes serve para mostrar que os Estados Unidos condenam formalmente as mensagens de Trump no Twitter.