"El Chapo": para sempre na prisão

"El Chapo": para sempre na prisão
Direitos de autor  REUTERS/Tomas Bravo
Direitos de autor  REUTERS/Tomas Bravo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Narcotraficante liderou durante mais de duas décadas o cartel de Sinaloa e foi condenado a prisão perpétua mais 30 anos

PUBLICIDADE

Joaquín Guzman Loera, nome de código "El Chapo", pode ter aparecido pela última vez em público, esta quarta-feira. Em tempos um dos homens mais procurados em todo mundo, o temível barão da droga, de 62 anos, acabou por ser extraditado do México para os EUA, em 2017, onde está preso.

Assim deve continuar, até à morte, porque foi hoje condenado por um juiz federal de Nova Iorque a prisão perpétua mais 30 anos de cadeia por uma longa lista de crimes que inclui, entre outras coisas, tráfico de droga ou violência com armas.

Terá ainda de pagar 11,2 mil milhões de euros, mas os advogados anunciaram que vão recorrer.

Visto por alguns como um "Robin dos Bosques" da terra natal, "El Chapo", que se disse vítima de "tortura física e psicológica" na cadeia, passará os restantes anos de vida a cumprir pena na prisão de maior segurança dos EUA, em Florence, no estado do Colorado. Sem túneis à disposição para planear uma fuga.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Detenção de filho "El Chapo" gera violência no México

Homem imolou-se no exterior do tribunal onde Donald Trump está a ser julgado

Agentes da autoridade mortos a tiro no Estado de Nova Iorque