EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

UE investe 65 milhões de euros no combate à seca em Angola

UE investe 65 milhões de euros no combate à seca em Angola
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Neusa Silva
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Maior projeto da UE em Angola centra-se no sul do país

PUBLICIDADE

65 milhões de euros é o valor investido pela União Europeia em Angola para implementar o programa conjunto para o Fortalecimento da Resiliência e da Segurança Alimentar e Nutricional (FRESAN) no sul de Angola

O FRESAN tem como principal objetivo combater a fome, pobreza e vulnerabilidade das comunidades mais afetadas pela seca nas províncias do sul de Angola, bem como reforçar a agricultura familiar sustentável.

Coordenado pelo Instituto Camões, o programa FRESAN tem melhorado a segurança alimentar e nutricional dos agregados familiares nas províncias mais afetadas pela seca, nomeadamente o Cunene, Huíla e Namibe.

Através da agência Francesa a UE presta igualmente apoio apoio ao sistema escolar e formação profissional em Angola.

De acordo com Tomás Ulicny, chefe da Delegação da União Europeia em Angola, o mais importante e que deve constituir prioridade é a colocação de jovens a finalizar o ensino, não somente promover a formação de engenheiros. Para Tomás Ulicny o que Angola precisa é de uma força de trabalho bem qualificada.

O apoio ao ensino superior e formação profissional tem sido uma das prioridades na agenda de cooperação entre a UE e África, em especial em Angola.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Governo de Angola e UE juntos no apoio a crianças

Angola vai mediar conflito entre Uganda e Ruanda

"Todos os países precisam de investir na sua juventude"