A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Governo de Angola e UE juntos no apoio a crianças

Governo de Angola e UE juntos no apoio a crianças
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Angola lançou, no município da Damba, o programa de Transferências Sociais Monetárias. O projeto, denominado "Valor Criança", vai beneficiar cerca de 20.000 menores de cinco anos, de famílias com baixo rendimento, e vai abranger também, e nesta primeira fase, dois municípios das províncias do Moxico e do Bié. Serão, no total seis as cidades que vão ser alvo desta intervenção. Um processo que tinha já começado:

"Estas famílias já beneficiam de um programa de integração, a partir do seu cadastramento e identificação das vulnerabilidades, mas também olhamos para todas as necessidades da criança, começando pela questão da saúde, portanto imunização garantindo que todos sejam imunizados, olhando para a componente nutricional com a preparação das mães para uma educação nutricional mais saudável, amamentação exclusiva e o espaçamento a nível da gravidez", explica Abubacar Sultan, representante da UNICEF em Angola.

"O programa piloto de transferências sociais monetárias para as famílias de baixa renda em Angola está orçado em pelo menos nove milhões de euros, esta a ser financiado pela União Europeia e conta com o apoio técnico da UNICEF", esclarece a correspondente da Euronews em Angola, Neusa e Silva.

Para a ministra da Ação Social, Família e Promoção da Mulher esta pode ser uma oportunidade de desenvolvimento para crianças mas também para as mães. Objetivo não é apenas dar dinheiro mas ajudar a construir projetos de vida.

Para a União Europeia, financiadora do projeto, o objetivo é fortalecer o apoio social às famílias:

"A União Europeia pretende fortalecer a eficiência e o impacto das intervenções da assistência social em Angola e a capacidade do ministério setorial chave para implementar uma assistência mais ambiciosa", explicou Tomás Ulicny, chefe da delegação da UE em Angola.

De acordo com a UNICEF, já foram implementados, em outros países da África Subsariana designadamente a Etiópia, Gana, Malawi e Kénia, programas do género e os valores recebidos são, de facto e em geral, investidos em atividades produtivas e desenvolvimento do capital Humano.