A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Habitantes de Whaley Bridge não ganharam para o susto

Habitantes de Whaley Bridge não ganharam para o susto
Direitos de autor
Reuters
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Whaley Bridge não ganhou para o susto com os danos detetados na barragem local. As autoridades decidiram evacuar a cidade, a 25 km de Manchester, no Reino Unido, de cerca de 5 mil habitantes, temendo que a água destruísse as habitações.

Para os moradores, esta foi uma situação sem precedentes.

Gill Wilde, uma residente, afirma: "É uma grande preocupação e só esperamos que a represa seja mantida e que os engenheiros possam repará-la."

Outra moradora, a jovem Anna Coleman, explica: "Temos visto pessoas que vivem aqui há anos, praticamente toda a vida, e disseram que nunca viram isto assim."

Outra residente queixa-se que ""muitos amigos e conhecidos que não podem ir às próprias casas".

O risco era ainda maior por causa do Rio Goyt que percorre a área e cujo nível da água ameçava subir de forma dramática.

Mohammad Heidarzadeh, Engenhieiro Civil da Universidade Brunel explica: "O que se passou deve-se aos danos. Esta estrutura não vai funcionar bem e pode causar problemas graves. Porque as barragens de solo de aterro podem desaparecer muito rapidamente e esta é uma questão bastante séria."

Este incidente ocorre depois de dias marcados por chuvas fortes na região.

No Norte de Inglaterra registaram-se mesmo diversas inundações, causando o colapso de pontes e estradas.