A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Pedro Sánchez diz que "desconfiança no Podemos é recíproca"

Pedro Sánchez diz que "desconfiança no Podemos é recíproca"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de um encontro com Filipe VI na casa de férias da família real, em Palma de Maiorca, o Presidente do Governo espanhol garantiu que vai fazer tudo para formar um governo antes de 23 de setembro, evitando desta forma novas eleições.

Pedro Sánchez afastou-se ainda mais de um entendimento com o Podemos, afirmando que a "desconfiança com o partido de Iglesias é "recíproca".

"Tenho de dizer depois de tantas vezes que disseram que desconfiam do PSOE, eu próprio acabei por desconfiar das posições do Unidas Podemos e do senhor Iglesias. Portanto, é uma desconfiança recíproca, sobretudo depois de 26 de julho e de não conseguirmos a investidura".

As declarações de Pedro Sanchez tiveram resposta rápida do Podemos. Com Pablo Iglesias ausente por causa do nascimento do filho, foi o porta-voz do partido que reagiu através da conta do Twitter.

Pablo Echenique mostrou desconfiança sobre as opções do presidente do governo e escreveu que Sanchez devia "fazer os trabalhos de casa, procurar apoios e parar de tentar encontrar desculpas".

O cenário de novas eleições pode interessar ao PSOE. Na última sondagem o partido surge com 41,3% dos votos.