EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Pedro Sánchez diz que "desconfiança no Podemos é recíproca"

Pedro Sánchez diz que "desconfiança no Podemos é recíproca"
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O chefe do governo espanhol afasta-se cada vez mais de um entendimento com o partido de Pablo Iglesias

PUBLICIDADE

Depois de um encontro com Filipe VI na casa de férias da família real, em Palma de Maiorca, o Presidente do Governo espanhol garantiu que vai fazer tudo para formar um governo antes de 23 de setembro, evitando desta forma novas eleições.

Pedro Sánchez afastou-se ainda mais de um entendimento com o Podemos, afirmando que a "desconfiança com o partido de Iglesias é "recíproca".

"Tenho de dizer depois de tantas vezes que disseram que desconfiam do PSOE, eu próprio acabei por desconfiar das posições do Unidas Podemos e do senhor Iglesias. Portanto, é uma desconfiança recíproca, sobretudo depois de 26 de julho e de não conseguirmos a investidura".

As declarações de Pedro Sanchez tiveram resposta rápida do Podemos. Com Pablo Iglesias ausente por causa do nascimento do filho, foi o porta-voz do partido que reagiu através da conta do Twitter.

Pablo Echenique mostrou desconfiança sobre as opções do presidente do governo e escreveu que Sanchez devia "fazer os trabalhos de casa, procurar apoios e parar de tentar encontrar desculpas".

O cenário de novas eleições pode interessar ao PSOE. Na última sondagem o partido surge com 41,3% dos votos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pedro Sánchez toma posse como chefe do governo de Espanha com protestos na rua

Herdeira da Coroa de Espanha jurou respeito pela Constituição

Espanha perspetiva sistema bipartidário: PSOE e no PP podem dividir os votos