A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Homofobia obriga à interrupção do jogo Nice-Marselha

Homofobia obriga à interrupção do jogo Nice-Marselha
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Após vários avisos do speaker para que as claques do Nice parassem com os cânticos homofóbicos e a exibição de faixas com mensagens homofóbicas, aos 28 minutos de jogo o árbitro Clément Turpin tomou a decisão de interromper a partida entre Nice e Marselha, desta quarta-feira, no estádio Allianz Riviera.

Em Nice, o jogo esteve interrompido durante 10 minutos.

"Acho que o árbitro teve uma atitude acertada depois de ver as faixas durante a partida. Foi uma decisão muito boa. Estive com o Patrick (Vieira, técnico de Nice) no balneário do árbitro quando o jogo foi interrompido e falámos sobre a decisão," declarou o técnico português do Marselha, André Villas-Boas.

"Acho que o árbitro teve toda a razão para interromper o jogo. Acho que estas coisas são inaceitáveis. A mensagem foi clara. O árbitro não teve escolha," afirmou o técnico do Nice, Patrick Vieira.

Incidentes relacionados com manifestações homofóbicas multiplicaram-se desde o início do campeonato em França.

No fim de semana, os encontros Brest-Reims e Monaco-Nîmes também foram suspensos temporariamente.