A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Tensão aumenta entre Israel e Hezbollah

Tensão aumenta entre Israel e Hezbollah
Direitos de autor
REUTERS/AMMAR AWAD
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As forças armadas de Israel enviaram este sábado reforços para o comando militar do norte do país, no que está a ser visto pela comunidade internacional como uma preparação para um possível conflito com o Hezbollah, que Jerusalém acusa de ter fábricas de produção de mísseis teleguiados.

A decisão israelita vem assim elevar a já perigosa tensão com o movimento xiita libanês, exponenciada com o ataque da última semana com drones a instalações do Hezbollah, em Beirute.

Contudo, o líder do grupo libanês, Hassan Nasrallah, rejeitou a existência de fábricas de produção, mas admitiu possuir os "mísseis necessários para qualquer confronto, de pequena ou grande dimensão".

O governo de Israel acredita que o movimento xiita libanês tem um arsenal de 130 mil mísseis e que está a ser apoiado pelo Irão.

Já em 2006, Israel e Hezbollah travaram uma guerra durante cerca de um mês. Agora, ameaçam uma repetição do confronto.