EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Alerta na fronteira Venezuela-Colômbia

Alerta na fronteira Venezuela-Colômbia
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente venezuelano declarou um alerta"laranja" e ordenou exercícios militares nas áreas de fronteira com a Colômbia.

PUBLICIDADE

Nicolás Maduro declara alerta na fronteira com a Colômbia. O presidente venezuelano também ordenou exercícios militares nas áreas de fronteira devido à suposta intenção do país vizinho de desencadear um conflito armado.

"Dei ordens ao comandante estratégico operacional das Forças Armadas Bolivarianas e a todas as unidades militares da fronteira que declarassem um alerta laranja face à ameaça de agressão da Colômbia contra a Venezuela. E começar a 10 de setembro, até 28 de setembro, os exercícios militares de soberania e paz que ocorrerão em toda a fronteira ocidental da Venezuela," afirmou o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

Maduro disse que o Governo colombiano acusa a Venezuela de apoiar dissidentes das FARC como pretexto para o conflito.

A fronteira entre Venezuela e Colômbia, onde Maduro declarou o alerta "laranja", estende-se por mais de 2.200 quilómetros nos Estados de Zulia, Táchira, Apure e Amazonas. Uma área onde atuam grupos transnacionais de crime organizado, assim como guerrilheiros do ELN e dissidentes das FARC.

De recordar que, após o anúncio de Iván Márquez e outros ex-líderes das FARC de que voltariam a pegar em armas, o Presidente colombiano, Iván Duque, disse que não eram guerrilheiros, mas traficantes apoiados por Maduro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Guaidó fotografado com alegados narcotraficantes

Espanha acolhe requerentes de asilo da América Latina para aliviar fluxo migratório para os EUA

Guiana: Presidente venezuelano assume controlo da exploração de crude e gás da região de Essequibo