EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Papa condena corrupção em missa em Antananarivo

Papa condena corrupção em missa em Antananarivo
Direitos de autor REUTERS/Yara Nardi
Direitos de autor REUTERS/Yara Nardi
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Sumo Pontífico criticou cultura de privilégio de uns poucos, em detrimento de uma vasta maioria pobre

PUBLICIDADE

Numa missa que atraiu centenas de milhares de fiéis, nos arredores de Antananarivo, capital de Madagascar, o Papa Francisco condenou a cultura do privilégio e corrupção que permitiu a um pequeno número de pessoas viver na riqueza, enquanto a vasta maioria sofre na pobreza.

Um tema que o Sumo Pontífice já tinha abordado na passagem por Moçambique.

Papa Francisco: "Quando olhamos à nossa volta, quantos homens e mulheres, jovens e crianças sofrem, na maior das necessidades! Isso não faz parte dos planos de Deus."

Segundo a ONU, mais de 90 por cento dos 26 milhões de pessoas que constituem a população da ilha africana vivem com o equivalente a menos de dois dólares por dia.

Durante a visita, o Papa celebrou a obra de um antigo aluno que é apelidado de "santo vivo" de Madagascar, o padre Pedro Opeka, que, nos últimos 30 anos, liderou os esforços de construção de casas para 25.000 pessoas, 100 escolas, seis clínicas e dois estádios de futebol no país africano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Papa Francisco volta a apelar à paz e lamenta investimentos na produção de armas

Vaticano condena cirurgia de mudança de sexo e barriga de aluguer

Viver rodeado de silêncio: a história do zelador da abadia de San Benedetto al Subasio