A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Israel desmente espionagem à Casa Branca

Israel desmente espionagem à Casa Branca
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O jornal Politico acusa Israel de ter colocado uns aparelhos de espionagem perto da Casa Branca.

O primeiro-ministro israelita já desmentiu a notícia, garantindo que tem uma diretiva para não haver espionagem nos Estados Unidos e que é cumprida sem qualquer exceção. Benjamin Netanyahu disse que a notícia é uma invenção.

No dia em que o Politico, citando funcionários dos Estados Unidos, acusou Israel de ter colocado aparelhos miniatura de espionagem chamados "Stingrays", o primeiro-ministro israelita reuniu-se com o presidente russo, em Sochi.

Netanyahu tem destacado as suas fortes relações de trabalho com Vladimir Putin e com Donald Trump.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não acredita que os israelitas estivessem a espiar a Casa Branca e considerou que a sua relação com Israel tem sido ótima, lembrando o facto de ter decidido mudar a embaixada norte-americana para Jerusalém.

Entretanto, Ramallah voltou a ser palco de confrontos, numa altura em que, a poucos dias das eleições, o primeiro-ministro israelita prometeu anexar grande parte da Cisjordânia, caso continue a liderar o Governo.