A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Futuro do Kosovo é hoje decidido nas urnas

Futuro do Kosovo é hoje decidido nas urnas
Direitos de autor
REUTERS/Florion Goga
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Tal como em Portugal, também no Kosovo se escolhe este domingo um novo governo. As urnas abriram às 07 horas locais (06 horas em Lisboa).

Mais de 1,8 milhões de eleitores foram chamados a votar num país marcado pela corrupção, pelo desemprego e pela necessidade de um acordo de paz com a Sérvia, exigido pela União Europeia e pelas Nações Unidas.

O Partido Democrático do Kosovo, de Kadri Veselj, é o maior partido da coligação até há pouco no governo. O PDK, de centro-direita, surgia na linha da frente das sondagens, mas atrás de outros dois partidos até aqui na oposição.

Um dos favoritos é a conservadora Liga Democrática do Kosovo, com uma mulher como cabeça de lista. Vjosa Osmani pode mesmo vir a surpresa e tornar-se na primeira mulher a liderar o governo do Kosovo, um país independente apenas desde 2008 e de maioria albanesa.

Também na frente nas sondagens está o partido nacionalista de centro-esquerda Vetevendosje, beneficiando da desilusão do povo com a coligação tripartida desfeita em julho passado após demissão do primeiro-ministro Ramush Haradinanaj, chamado a depor perante um tribunal de crimes de guerra.

As previsões apontam para que nenhum partido consiga a desejada maioria e, por isso, será necessário uma nova coligação para tornar possível um governo após estas quartas eleições desde a independência do Kosovo.