A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Turquia lança "Operação Nascente de Paz" na Síria

Explosão na cidade fronteiriça de Tel Abyad
Explosão na cidade fronteiriça de Tel Abyad -
Direitos de autor
Haberturk via REUTERS TV
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Várias explosões abalaram a cidade de Ras al Ain, no nordeste da Síria, junto à fronteira. A cidade fica em frente a Ceylanpuinar, na Turquia. Terá sido uma das primeiras cidades atingidas pela ofensiva turca.

Uma operação já confirmada pelo presidente Recep Tayyip Erdogan. Através do Twitter, Erdogan diz que esta operação tem com o objetivo eliminar o corredor de terror ao longo da fronteira e eliminar as milícias curdas e os militantes do Daesh.

A Turquia planeia estabelecer o que chama de faixa de segurança. Um corredor de 32 quilómetros a partir da fronteira. O presidente turco chama-lhe "Operação Nascente de Paz".

A mensagem foi divulgada ao mesmo tempo que ocorria o primeiro bombardeamento aéreo.

Não há ainda notícia de vítimas.

Curdos apelam a criação de zona de exclusão aérea

As forças curdas lançaram um apelo aos Estados Unidos e aliados para que seja criada uma zona de exclusão aérea sobre a região, alegando que os civis estão "indefesos".

O porta-voz das Forças Democráticas Sírias, Ahmad Mousa, apelou ainda "às organizações de direitos humanos e aos países democráticos, União Europeia e Nações Unidas para que tomem uma posição contra o ataque turco. Quem não estiver contra o ataque turco é considerado um apoiante".

AS forças curdas, contra o regime na Turquia, controlam o nordeste da Síria.

A retirada dos Estados Unidos do terreno abriu caminho à intervenção militar turca. De nada parecem ter servido as ameaças de sanções económicas feitas pelo Presidente norte-americano.