EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Curdos desmentem que Turquia tenha tomado a cidade de Ras al-Ain

Curdos desmentem que Turquia tenha tomado a cidade de Ras al-Ain
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Combates no Curdistão sírio terão feito mais de 140 mortos desde quarta-feira.

PUBLICIDADE

Ras al-Ain, cidade síria junto à fronteira com a Turquia, é o palco dos mais recentes combates entre o exército turco e as forças curdas.

A Turquia diz ter tomado o controlo da cidade, mas os combatentes das Forças Democráticas da Síria dizem que os turcos apenas entraram num bairro e forçaram uma retirada estratégica, mas rapidamente os curdos contra-atacaram.

O escalar da tensão na Síria obrigou já ao deslocamento de 100 mil pessoas de Ras al-Ain e Tal Abyad, segundo o Programa Alimentar Mundial, que prometeu continuar a prestar auxílio na zona, apesar da deterioração do estado de segurança. O PAN e as várias ONG parceiras prestam auxílio a cerca de 580 mil pessoas a viver na zona controlada pelos curdos.

Esta operação da Turquia foi duramente criticada pelo secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Aboul Gheit, que a qualificou como a invasão de um estado árabe e uma agressão à soberania. Na reunião de emergência da Liga Árabe, convocada para debater este conflito, o chefe da diplomacia do Iraque também criticou as operações.

Segundo o grupo com sede no Reino Unido autodenominado Observatório Sírio dos direitos humanos, os combates já mataram 74 combatentes curdos, 49 aliados dos turcos e 20 civis sírios.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pelo menos três mortos, entre os quais duas crianças, na explosão de carro armadilhado na Síria

Bombardeamentos turcos contra milícias curdos faz pelo menos 20 mortos

Ataque aéreo provoca várias vítimas mortais num mercado no noroeste da Síria