Última hora

Megaoperação contra rede de auxílio à imigração ilegal

MÁRIO CRUZ
MÁRIO CRUZ -
Direitos de autor
© 2017 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A. - MÁRIO CRUZ
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Três advogados são acusados de liderar uma rede que promovia imigração ilegal para Portugal. Uma organização desmantelada pela Unidade Nacional Contra-Terrorismo da Polícia Judiciária e que levou à detenção de mais de 20 pessoas esta terça-feira.

Entre os detidos está uma inspetora do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, duas funcionárias das Finanças e um funcionário da Segurança Social. Soube-se entretanto que a inspetora do SEF estava suspensa há mais de um ano. Tinha sido constituída arguida na sequência de um processo disciplinar devido aos fortes indícios da prática de corrupção, abuso de poder e falsificação de documentos.

A operação "Rota do Cabo" levou para o terreno 240 investigadores.

Cidadãos africanos e asiáticos sem documentos eram trazidos para Portugal para trabalhar na construção civil e na agricultura.

Os detidos são acusados de mais de uma dezena de crimes, entre os quais associação criminosa, auxílio à imigração ilegal, corrupção e falsificação de documentos. Esta quarta-feira, vão ser presentes ao Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa para o primeiro interrogatório judicial.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.