Última hora

Protestos a favor e contra a independência da Catalunha

Protestos a favor e contra a independência da Catalunha
Direitos de autor
REUTERS/Jon Nazca
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de manifestantes a favor da independência da Catalunha voltaram a sair às ruas de Barcelona em protesto contra a detenção dos líderes separatistas catalães. Um grupo bloqueou uma rua perto da sede do governo centro central e arremessou sacos do lixo sob o olhar atento da polícia.

Este domingo, a tensão foi menor em relação aos últimos dias, quando se registaram inúmeros feridos e pessoas detidas.

Em Madrid, o governo está atento ao evoluir da situação. De acordo com a comunicação social espanhola, o primeiro-ministro Pedro Sánchez tem recusado falar com o presidente da Catalunha enquanto Quim Torras não condenar a violência.

A violência terá uma resposta firme por parte das forças policiais, segundo o ministro do Interior, Fernando Grande-Marlaska.

"Trata-se estritamente de um problema de ordem pública. Os que quiseram protestar de uma forma pacífica, fizeram-no e nós vimos. Os que causaram desordem pública infringiram a constituição espanhola e o nosso código penal", declarou.

Por outro lado, centenas de pessoas reuniram-se junto à sede da polícia na cidade condal para mostrar apoio às autoridades e também sublinhar oposição à independência catalã. Uma manifestação que contou com os líderes do Ciudadanos, Albert Rivera e Inês Arrimadas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.