Última hora
This content is not available in your region

Mortos encontrados em camião eram cidadãos chineses

euronews_icons_loading
Mortos encontrados em camião eram cidadãos chineses
Tamanho do texto Aa Aa

São de nacionalidade chinesa as 39 pessoas (31 homens e oito mulheres) encontradas mortas num camião em Essex, no sul de Inglaterra. A informação foi confirmada, esta quinta-feira, pelas autoridades britânicas.

A polícia está, agora, a investigar como é que estas pessoas conseguiram chegar ao Parque Industrial de Waterglade, sem serem detetadas.

Ao que se sabe, o atrelado entrou no Reino Unido na noite de 22 de outubro pelo porto de Purfleet, no Rio Tamisa, proveniente de Zeebrugge, na Bélgica.

A justiça belga já fez saber que abriu uma investigação para apurar quanto tempo esteve o contentor no país.

Existem controlos de segurança específicos para os camiões frigoríficos. As autoridades do porto afirmam que as pessoas não entraram a bordo em Zeebrugge.

"Antes dos camiões entrarem no navio, verificam-se os contentores. Se os selos dos contentores não estiverem quebrados, o contentor fica livre para ser transportado", explicou o capitão do porto de Zeebrugge, Peter Degroote.

O motorista do camião foi identificado como sendo Mo Robinson. O jovem de 25 anos da Irlanda do Norte foi detido por suspeita de homicídio.

As autoridades britânicas estão, agora, a investigar eventuais ligações a organizações de tráfico de seres humanos.

A embaixada da China no Reino Unido anunciou que está a acompanhar o desenrolar dos acontecimentos com um "coração pesado".