Última hora

Líder da Aurora Dourada arrisca 20 anos de prisão

Líder da Aurora Dourada arrisca 20 anos de prisão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O processo criminal contra Nikolaos Michaloliakos teve início há mais de quatro anos mas só esta quarta-feira o líder e fundador da Aurora Dourada chegou à barra dos tribunais. O julgamento foi espoletado pelo assassinato de um rapper antifascista por um membro do partido de extrema-direita grego e o processo envolve mais de setenta pessoas.

Acusado de ser nazi, Michaloliakos prefere classificar-se de nacionalista, acrescentando que a polémica saudação que o caracteriza era grega e queixando-se que pela primeira vez, o líder de um partido está a ser julgado pelas ações de um apoiante.

O caso tem arrastado multidões na Grécia e os opositores da Aurora Dourada saíram para a rua para fazer ouvir a sua voz.

Michaloliakos é acusado de formar uma organização criminosa e de violar a lei das armas. Já cumpriu dezoito meses de prisão preventiva, o máximo permitido pela lei grega e arrisca uma pena de prisão de vinte anos.

A decisão é esperada para os primeiros meses de 2020.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.