Última hora
This content is not available in your region

Líder da Aurora Dourada arrisca 20 anos de prisão

Líder da Aurora Dourada arrisca 20 anos de prisão
Tamanho do texto Aa Aa

O processo criminal contra Nikolaos Michaloliakos teve início há mais de quatro anos mas só esta quarta-feira o líder e fundador da Aurora Dourada chegou à barra dos tribunais. O julgamento foi espoletado pelo assassinato de um rapper antifascista por um membro do partido de extrema-direita grego e o processo envolve mais de setenta pessoas.

Acusado de ser nazi, Michaloliakos prefere classificar-se de nacionalista, acrescentando que a polémica saudação que o caracteriza era grega e queixando-se que pela primeira vez, o líder de um partido está a ser julgado pelas ações de um apoiante.

O caso tem arrastado multidões na Grécia e os opositores da Aurora Dourada saíram para a rua para fazer ouvir a sua voz.

Michaloliakos é acusado de formar uma organização criminosa e de violar a lei das armas. Já cumpriu dezoito meses de prisão preventiva, o máximo permitido pela lei grega e arrisca uma pena de prisão de vinte anos.

A decisão é esperada para os primeiros meses de 2020.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.