Supervisão financeira da UE pode sofrer nova reformulação

Supervisão financeira da UE pode sofrer nova reformulação
De  João Paulo Godinho
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Seis países querem acabar com a lavagem de dinheiro e as infrações dos bancos no bloco comunitário.

PUBLICIDADE

Os países mais poderosos da União Europeia querem avançar para a criação de uma nova entidade supervisora financeira.

Numa declaração conjunta, Alemanha, França, Itália, Espanha, Holanda e a Letónia apelaram aos outros estados-membros para a necessidade de travar a lavagem de dinheiro no sistema financeiro comunitário.

O alerta surge após uma série de escândalos que afetaram os países do Báltico e do Norte da Europa, bem como Malta e Chipre.

Para estas seis nações, este trata-se apenas do último exemplo de como a supervisão dos bancos centrais de cada estado-membro tem falhado na prevenção de infrações, nomeadamente naqueles com implicações internacionais.

Agora, a solução pode passar por uma reformulação da Autoridade Bancária Europeia (EBA) ou o lançamento de uma nova entidade, escassos meses após a Comissão Europeia ter feito reformas no Sistema Europeu de Supervisão Financeira e que agora são consideradas insuficientes para resolver este problema.

Outras fontes • Reuters

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Será que os cães entendem mesmo o ser humano? Cientistas húngaros acreditam que sim

Covid longa afeta milhares de pessoas em Inglaterra

Biden investigado por antigo procurador na administração Trump