Última hora

Fim da Primeira Guerra Mundial celebrado por esse mundo fora

Fim da Primeira Guerra Mundial celebrado por esse mundo fora
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A onze de novembro de 1918 chegava ao fim a primeira grande guerra, 101 anos depois as vítimas do primeiro conflito à escala planetária foram homenageadas por esse mundo fora. Em Paris, Emmanuel Macron liderou as cerimónias oficiais e depositou uma coroa de flores no túmulo do soldado desconhecido, sob o Arco do Triunfo.

No Reino Unido foram cumpridos dois minutos de silêncio em todo o país, como é tradição no dia do Armistício. Durante um dia, Boris Johnson e Jeremy Corbyn deram tréguas na batalha que têm vindo a travar nos últimos meses mas nem por isso estiveram lado a lado. O ainda primeiro-ministro esteve presente na cerimónia que teve lugar em Wolverhampton, o líder dos trabalhistas ficou-se por Londres.

Do outro lado do planeta também se homenagearam os mortos da Grande Guerra. Na Austrália, país que perdeu mais de 200 mil vidas no conflito, cerca de três mil pessoas assistiram à cerimónia liderada pelo governador-geral, David Hurley, em Camberra.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.