Última hora

Húngaro Oliver Varhelyi não convenceu ainda PE

Húngaro Oliver Varhelyi não convenceu ainda PE
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O indigitado pela Hungria para a pasta do Alargamento e Vizinhança na Comissão Europeia, Oliver Varhelyi, não convenceu os eurodeputados durante a audição, quinta-feira, tendo que responder a mais perguntas por escrito.

Oliver Varhelyi, muito próximo do primeiro-ministro eurocético Viktor Orban, prometeu defender o interesse comunitário: "Temos de continuar a espalhar a democracia, prosperidade e Estado de direito no coração do nosso continente, a região dos Balcãs Ocidentais. É do interesse deles, e é do nosso interesse".

Até há pouco embaixador da Hungria para a União Europeia, o candidato é descrito como um tecnocrata que domina bem as matérias.

"Ele respondeu de maneira calma às perguntas durante a audiência e as suas respostas foram profundas. Do ponto de vista profissional, penso que tem muita qualidade", disse Kinga Gál, eurodeputada húngara do centro-direita.

Outro eurodeputado húngaro, mas da oposição (é socialista), está preocupado com a proximidade entre Varhelyi e Orban. "É algo que nos deixou inseguros quanto ao que deveríamos pensar desta candidatura. Ontem tínhamos uma imagem mais positiva dele, que parecia querer distanciar-se de Orban. Mas não temos certeza disso", explicou Attila Ara-Kovacs.

Depois do chumbo do ex-ministro da Justiça húngaro por causa do conflito de interesses, este segundo indigitado está a ter dificuldades em convencer o Parlamento Europeu da sua capacidade para o cargo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.