Última hora

BCE quer mais crescimento interno

BCE quer mais crescimento interno
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A zona euro precisa de criar crescimento económico a nível interno, incluindo através de maiores investimentos públicos. só assim será capaz de contrabalançar a incerteza global.

Esta a mensagem da nova presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde deixada no primeiro discurso proferido enquanto presidente da instituição europeia.

Lagarde não avançou com detalhes relativos à política monetária limitando-se a dizer que continuará a desempenhar a sua parte no apoio à economia.

"O investimento é uma parte particularmente importante da resposta aos desafios que hoje enfrentamos porque se trata da procura de hoje e da oferta de amanhã. E claro que os investimentos precisam de beneficiar os países de onde são originários. Mas hoje existe um argumento transversal num futuro comum que é mais produtivo, mais digital e certamente mais verde", disse Christine Lagarde em Franquefurte.

Lagarde havia antes apelado à Alemanha e à Holanda no sentido de utilizarem os seus excedentes orçamentais para financiarem investimentos que poderão estimular a economia.

Na Alemanha, sindicatos e associações patronais juntaram as vozes numa aliança invulgar para apelarem à realização de investimentos públicos no valor de 450 mil milhões de euros.

No entanto, a Chanceler Angela Merkel e o ministro das finanças Olaf Schulz rejeitaram o apelo conjunto dos sindicatos e patrões no sentido do abandono da política de equilíbrio orçamental.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.