Última hora
This content is not available in your region

Confrontos e dezenas de detidos em Paris

euronews_icons_loading
Confrontos e dezenas de detidos em Paris
Direitos de autor  REUTERS/Gonzalo Fuentes
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 80 pessoas foram detidas em Paris, no primeiro dia de greve contra o novo sistema de pensões proposto pelo presidente Emmanuel Macron.

A polícia usou gás lacrimogéneo contra os manifestantes que incendiaram carros estacionados na rua e partiram vidros de lojas e casas.

Segundo as autoridades, os confrontos começaram a meio da tarde, na zona leste da cidade, por 500 elementos de um grupo de radicais O Governo tinha revelado a intenção de vários grupos extremistas participarem nas manifestações e pediu aos comerciantes para fecharem os estabelecimentos e evitarem os efeitos do vandalismo. Cerca de 6.000 agentes foram mobilizados para prevenir atos de violência na capital.

A Agência France Presss avança que, por todo o país, mais de 450 mil pessoas responderam ao apelo das organizações sindicais.

Para além de Paris, foram registados confrontos nas principais cidades francesas como Nantes, Marselha e Lyon.