Última hora
This content is not available in your region

EUA e China chegam a "princípio de acordo"

euronews_icons_loading
EUA e China chegam a "princípio de acordo"
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de Donald Trump ter escrito na conta do Twitter que um "grande acordo" com a China estava "muito próximo", os meios de comunicação norte-americanos avançam que Washington e Pequim chegaram a um "acordo de princípio" para resolver a guerra comercial que começou em 2017.

Trump terá assinado a “fase um” do acordo, suspendendo desta forma as novas tarifas dos Estados Unidos à China de cerca de 160 mil milhões de dólares em bens de consumo, que iriam entrar em vigor já no próximo domingo.

Segundo as informações avançadas sobre o texto, o governo norte-americano está pronto para reduzir até 50% as atuais tarifas sobre os produtos chineses em troca de várias conceções e da compra de produtos agrícolas norte-americanos.

A notícia deste acordo de princípio já causou impacto nas Bolsas mundiais. Wall Street fechou em alta com recordes nos principais índices.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.