Última hora
This content is not available in your region

Centeno apresenta orçamento com excedente histórico

Centeno apresenta orçamento com excedente histórico
Direitos de autor
Tiago Petinga/LUSA
Tamanho do texto Aa Aa

O ministro das Finanças Mário Centeno entregou esta noite a proposta do Orçamento de Estado português para 2020, que classificou de histórica por apresentar, pela primeira vez desde o 25 de abril, um excedente.

Um orçamento definido em tempo recorde, nas palavras do próprio Centeno:

"Foi o orçamento mais rápido ou, se quiserem, de outra forma, feito no menor espaço de tempo de toda a história dos orçamentos da democracia portuguesa. Nunca antes um orçamento tinha sido entregue tão pouco tempo depois do governo tomar posse. Isso é o melhor indicador da coesão do governo."

Como destacam vários meios portugueses, o excedente histórico é obtido através de pequenas medidas com o objetivo de evitar um grande impacto orçamental.

Há várias medidas amigas do ambiente, como um reforço nos incentivos às viaturas elétricas, uma maior aposta na ciência, tecnologia e ensino superior, e medidas de desagravamento fiscal para empresas e um maior número de famílias isentas de IRS.

Mas as negociações com os diferentes partidos para obter apoios suficientes para fazer aprovar a proposta no Parlamento adivinham-se difíceis. O PCP já disse que não passará cheques em branco e o Bloco de Esquerda considera o orçamento "insuficiente".

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.