Última hora
This content is not available in your region

Serviços de saúde entre as vítimas do conflito na Ucrânia

euronews_icons_loading
Serviços de saúde entre as vítimas do conflito na Ucrânia
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

A falta de transportes públicos no leste da Ucrânia está entre os principais problemas no acesso aos serviços de saúde.

O conflito armado que começou em 2014 afetou gravemente a estrutura da saúde na parte oriental da Ucrânia. O sistema não estava pronto para responder às necessidades. Estava completamente quebrado. Por exemplo, os cuidados de saúde especializados foram abandonados nas zonas Não Governamentais, as pessoas perderam o acesso a estes cuidados. Mas o acesso aos Serviços Primários de Saúde também foi interrompido.

Apesar do fato de este ser o sexto ano de conflito, as necessidades ainda existem. Por causa do conflito armado, um número considerável de pequenas aldeias ficou totalmente isolado sem transportes. Algumas aldeias onde trabalhamos não têm nenhum meio de transporte.

Portanto, as pessoas não conseguem aceder facilmente aos serviços de saúde. Outro grande problema é que as pessoas começaram a deixar a zona. Muitos especialistas, médicos e enfermeiros decidiram sair. Existe uma enorme falta de recursos humanos. Por exemplo, no distrito de Popasna, onde operamos, esta falta de recursos humanos nos cuidados de saúde primários fica abaixo de 50%.
OLENA KONOPKINA
ONG MÉDICOS DEL MUNDO (filial espanhola)