Última hora
This content is not available in your region

Balcãs Ocidentais reforçam cooperação

euronews_icons_loading
Balcãs Ocidentais reforçam cooperação
Direitos de autor  -
Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes da Albânia, Sérvia, Montenegro e Macedónia do Norte reuniram-se este sábado para discutir as bases de uma cooperação regional mais estreita.

A cimeira dos Balcãs Ocidentais, na capital albanesa, serviu para avaliar os planos sobre uma zona de livre comércio, o crescimento económico e o investimento estrangeiro. Em cima da mesa esteve também o grande objetivo comum da adesão à União Europeia.

Aleksandar Vucic, presidente da Sérvia, sublinhou a importância da cooperação como a única solução para o desenvolvimento de cada um dos países.

“Nenhum de nós pode avançar sozinho. Somos pequenos e insignificantes e não podemos sobreviver se não cooperarmos e não aumentarmos a dimensão dos nossos mercados de trabalho e das nossas economias. Tantos jovens deixaram a Bulgária, a Croácia, a Albânia, a Macedónia do Norte e a Sérvia...”

Adesão à União europeia

Os quatro países representados no encontro deste sábado estão em estágios diferentes do processo de adesão ao bloco. O Montenegro e a Sérvia já abriram as negociações de adesão. As propostas da Albânia e do Norte da Macedónia para iniciar o processo foram bloqueadas em outubro por alguns estados membros liderados França.

A Bósnia e o Kosovo não enviaram representantes para a cimeira.

O presidente kosovar, Hashim Thaci, considera que estes são encontros “sem significado” enquanto a Sérvia e a Bósnia-Herzegovina não reconhecerem a independência do seu país.

Esta ausência deu origem a uma manifestação, em Tirana, de apoiantes da independência da antiga província sérvia.