Última hora
This content is not available in your region

Rússia apresenta recurso em caso de doping

euronews_icons_loading
Rússia apresenta recurso em caso de doping
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

O Comité Olímpico Russo vai recorrer contra a decisão da Agência Mundial Antidoping. Depois de uma reunião geral, o comité confirmou formalmente a intenção de contestar as sanções, a notificação será deita a 27 de dezembro.

O país foi excluído das competições desportivas, durante 4 anos, mas as autoridades russas dizem-se determinadas a participar nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Se a Agência Russa Antidoping decidir não concordar com as sanções da Agência Mundial Antidoping, o Comité Olímpico Russo vai participar neste processo de recurso, devido às violações da Carta Olímpica. Selecionámos advogados que vão representar os nossos interesses.
Stanislav Pozdnyakov
Presidente Comité Olímpico

As autoridades desportivas de Moscovo foram acusadas de manipulação de dados laboratoriais de atletas, tendo criado amostras falsas e escondido casos positivos de doping no país.

Se o recurso não for bem sucedido, para além dos Jogos Olímpicos de Tóquio do próximo ano, a Rússia ficará de fora dos Jogos de Inverno Pequim 2022 e do Mundial de futebol no Qatar, também em 2022. Os atletas russos podem recorrer a nível individual.