Última hora
This content is not available in your region

Risco Extremo na Austrália

Risco Extremo na Austrália
Direitos de autor
ASSOCIATED PRESS
Tamanho do texto Aa Aa

O alerta vermelho continua na Austrália.

Este fim de semana, as temperaturas altas e o vento forte provocaram novos incêndios no sudeste do país.

Os bombeiros combatem cerca de uma centena de incêndios.

O estado de Victoria continua a ser um dos mais afetados. Milhares de pessoas tiveram de abandonar as casas por causa das chamas.

Andrew Crisp, coordenador do Grupo de Gestão de Emergência de Victoria, sublinhou a situação de emergência prevista para esta segunda-feira, em East Gippsland, e pediu a todas as pessoas para abandonem a região.

“É um dia de alto risco para a Victoria. É um dia que nós vemos com frequência. O nosso estado é seco. E vai haver calor e vento fortes. As pessoas têm de sair agora. Se não o fizerem, têm de ficar nestas condições e ouvir os alertas durante o dia."

Temos família e temos receio. Se alguma coisa acontecer ficamos presos aqui. Não somos pessoas solteiras, não podemos simplesmente arriscar. Nós e o nosso grupo queremos estar seguros.
Peter Melek
turista

Fogos não dão tréguas

Para além de Victoria, o estado de Nova Gales do Sul está a ser particularmente afetado pelos fogos. Desde julho, já arderam mais de 3 milhões de hectares de terreno — uma área semelhante ao território da Bélgica. Há relatos de chamas que atingiram os 70 m de altura.

Desde setembro, já morreram pelo menos nove pessoas.

A petição para que os fogos de artifício do Ano Novo sejam cancelados e que o dinheiro seja gasto no combate às chamas já reúne mais de 250 mil assinaturas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.