Última hora

Incêndios na Austrália estão cada vez mais intensos

Incêndios na Austrália estão cada vez mais intensos
Direitos de autor
Reuters
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os incêndios florestais que deflagram na Austrália intensifiaram-se durante esta terça-feira.

Mais de 50 casas foram total ou parcialmente destruídas e 13 bombeiros ficaram feridos durante a noite, em Queensland, o estado mais populoso do país. Também em Nova Gales do Sul, só esta terça-feira surgiram 16 novos incêndios de um nível "fora do controlo", como descreveram as autoridades locais. Em Queensland, 60 incêndios florestais continuam ativos em todo o estado.

Foi emitido um aviso de emergência na zona de Noosa North Shore, perto de Brisbane, o qual obrigou à evacuação de várias zonas. Os residentes foram obrigados a largar tudo, muitos deles só conseguiram escapar de ferry.

Um incêndio perto de Yeppoon, em Queensland, destruiu 13 casas, incluindo a casa de Julie Heilbronn.

"Devastador. Devastador, é de partir o coração", disse Heilbronn.

Ventos fortes e temperaturas elevadas tem sido apontadas como as causas dos incêndios, As condições climatéricas não são as melhores para o combate e as autoridades dizem que os próximos dias não vão ser diferentes.

Victoria Dodds, do Instituto de Meteorologia da Austrália, disse que o vento, que tem sido "forte", vai piorar e "tornará as condições desafiantes para os bombeiros no terreno". A especialista admitiu também que as temperaturas em algumas regiões estão "seis a oito graus acima da média".

REUTERS/John Mair
Sidney coberta de fumoREUTERS/John Mair

Helicóptero de combate despenha-se

Um dos helicópteros de combate às chamas perdeu o controlo durante uma operação, perto de Brisbane. O piloto sofreu "ferimentos não fatais" e foi hospitalizado.

O porta-voz do governo disse que o piloto teve que fazer uma "aterragem forçada".

Autoridades investigam alegado fogo posto

Também em Sidney os incêndios proecuparam os bombeiros nos últimos dias. Dezenas de casas foram destruídas e várias zonas evacuadas. As autoridades admitiram, esta terça-feira ao fim do dia, que suspeitam de fogo posto em dois dos maiores incêndios da região, o de Turramurra e o do Royal Park em Loftus. Este último foi considerado pelo RFS (Rural Fire Service - Serviço de Incêndio Rural) "suspeito", por haver vários pontos de ignição no terreno.

Russell Crowe, o ator neozelandês que cresceu na Austrália, viu a casa da família arder esta terça-feira. No Twitter, o ator partilhou fotografias das cinzas e da propriedade destruída. Crowe escreveu na rede social que não estava na Austrália e que a sua família "estava bem e segura".

##

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.