Última hora
This content is not available in your region

Brasil multa Facebook em 1,46 millhões de euros por uso indevido de dados

EURONEWS
EURONEWS   -  
Direitos de autor
EURONEWS
Tamanho do texto Aa Aa

O governo brasileiro multou o Facebook em 6,6 milhões de reais, cerca de um milhão e meio de euros, pela "partilha inadequada de dados dos utilizadores", no caso do Cambridge Analytica.

A medida foi anunciada pelo próprio ministro da Justiça, Sérgio Moro. O qual também escreveu nas redes sociais que o "futuro da proteção do consumidor está nas redes digitais".

"O futuro da proteção do consumidor está nas redes digitais."
Sérgio Moro
ministro da Justiça do Brasil

O ministério da Justiça do Brasil considerou que a rede social norte-americana permitiu que a plataforma de marketing político, Cambridge Analytica, tenha usado os dados pessoais de mais de 400 mil pessoas.

O Escândalo rebentou em 2018. Desde então, o Facebook tem acumulado multas atrás de multas. Espanha, itália e Reino Unido já aplicaram coimas ao Facebook. Os EUA também multaram a empresa. Em junho deste ano, o governo norte-americano anunciou uma multa à rede social no valor de 4,4 mil milhões de euros.

Em resposta à polémica, o Facebook, em setembro, anunciou a suspensão de milhares de aplicações que representavam risco à privacidade dos internautas.

Quanto à mais recente multa, vinda do governo de Jair Bolsonaro, a rede social reagiu dizendo que não há evidências dos argumentos usados pelo Ministério da Justiça brasileiro.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.