Zuckerberg quer mais privacidade para as redes sociais

Zuckerberg quer mais privacidade para as redes sociais
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Mark Zuckerberg defende mais privacidade e integração dos serviços de mensagens das redes sociais.

PUBLICIDADE

Os usuários pediram, Mark Zuckerberg está disposto a dar. O criador do Facebook recorreu à própria rede social para anunciar que o futuro passa por mais privacidade.

A empresa está a trabalhar na encriptação dos serviços de mensagens das plataformas Facebook e Instagram, à semelhança do que já acontece com o Whatsapp. Os planos passam também por integrar os três serviços de mensagens.

Sem uma data prevista para que tudo aconteça, Zuckerberg admite que as mudanças que se avizinham podem não agradar a todos. As alterações nas plataformas implicam uma limitação no acesso às mensagens por parte das autoridades e uma menor capacidade de gerar lucro através de publicidade direcionada.

No entanto, garante, o mais importante é ver os utilizadores satisfeitos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Brasil multa Facebook em 1,46 millhões de euros por uso indevido de dados

Facebook vai lançar uma criptomoeda em 2020

Bruxelas quer saber o que a Meta e o TikTok estão a fazer para mitigar conteúdos falsos violentos