Camarões independentes há 60 anos

Camarões independentes há 60 anos
Direitos de autor AFP-TV
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os Camarões deixaram de ser uma colónia francesa a 1 de janeiro de 1960. Seis décadas depois, o país vive tempos difíceis que mitigam as celebrações.

Há 60 anos, os Camarões deixavam de ser uma colónia francesa.

PUBLICIDADE

No século passado, o ano de 60 foi progressivamente marcado pela independência de 17 países africanos, 14 dos quais sob a alçada de França.

Euronews

Um caminho liderado pelos Camarões, a 1 de janeiro.

Em dia de aniversário, há, no entanto, poucos motivos para celebrar.

Passadas seis décadas de prometida liberdade, o país conheceu dois chefes de Estado: Amadou Ahidjo, o pai da independência e Paul Biya, que, aos 86 anos, conta com 37 à frente dos destinos do território.

Hoje, a insegurança trazida pela ação terrorista do Boko Haram e a crise política gerada pelos separatistas anglófonos, a oeste, tornam os tempos difíceis para quem vive no país.

Atualmente, no país com centenas de milhares de pessoas deslocadas por causa dos conflitos armados, apenas 10% da população ativa tem emprego formal e mais de um terço dos habitantes vive com menos de dois euros por dia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Angola assinala 44 anos de Independência

Mugabe, o herói da independência que se agarrou ao poder

Ucrânia celebra Dia da Independência