Última hora
This content is not available in your region

Em 2019 chegaram menos migrantes à Europa

Em 2019 chegaram menos migrantes à Europa
Direitos de autor
AP Photo/Renata Brito
Tamanho do texto Aa Aa

O número de migrantes em situação irregular a alcançar anualmente as fronteiras externas da Europa foi, em 2019, o mais baixo dos últimos seis anos.

Os valores são avançados pela agência europeia Frontex. No total, foram intercetados 139.000 migrantes no ano passado, uma redução de 6% em relação a 2018 e de 92% em relação ao recorde registado em 2015.

As principais quedas registaram-se na rota do Mediterrâneo Ocidental, com 24.000 migrantes, na maioria argelinos e marroquinos a chegarem a Espanha, menos 58% do que em 2018. A rota do Mediterrâneo Central, com destino a Itália, também registou uma importante queda, de 41%, ficando-se pelos 11.500 migrantes.

Euronews

Estas reduções, ligadas nomeadamente a políticas restritivas e maior dificuldade na travessia do Mediterrâneo pelas rotas em questão, contrastam com os aumentos registados na Grécia e nos Balcãs.

O território grego viu chegar, pela rota do Mediterrâneo Oriental, 82.000 pessoas, mais 46% do que em 2018. Pela rota dos Balcãs Ocidentais, chegaram em 2019 cerca de 14.000 migrantes em situação irregular, mais do dobro do ano anterior.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.